Palpites para Wimbledon: Melhores apostas em 2022

Wimbledon é o mais antigo – e considerado por muitos o mais charmoso – torneio de Grand Slam. Por isso, também é valorizado por muitos fãs de tênis como a competição mais importante do esporte. Então, não surpreende que tantos atletas lutem pelo prestígio de levantar esse troféu em Londres. Ao mesmo tempo, milhares de apostadores de tênis passam o ano todo preparando palpites para Wimbledon.

Tem planos de apostar no Wimbledon 2022? Então, é bom conhecer desde já tudo sobre a competição, incluindo suas características mais peculiares, jogadores que costumam se sair melhor no torneio e os melhores palpites para Wimbledon 2022 segundo nossos especialistas no esporte. Neste guia, trazemos tudo isso e mais um pouco!

Melhores sites para apostar no Wimbledon

Você sabia que não existem apenas prognósticos de futebol disponíveis para você efetuar apostas? Se você deseja aproveitar ao máximo seus prognósticos para Wimbledon, um dos primeiros passos é a escolha de um bom site de apostas. Assim, você terá a certeza de quem tem bônus à disposição, os melhores mercados de apostas e opções para apostar em todas as datas de Wimbledon.

Confira a seguir nossa seleção das melhores casas de apostas com palpites para Wimbledon:

Betsson

Uma das plataformas de apostas mais conhecidas no Brasil, a Betsson oferece apostas em diversas competições de tênis. Isso inclui os torneios de Grand Slam e as principais competições da ATP e da WTA. Os novos usuários ainda têm direito a um bônus de boas-vindas de 100% até R$200.

Brazino777

O Brazino777 pode não ser a casa mais conhecida para fazer uma aposta no Brasil. No entanto, ela tem se esforçado para conquistar o público local desde que chegou ao país. Com odds interessantes em tênis e em diversos outros esportes, ainda oferece aos novos usuários bônus de até R$4.000 na soma dos primeiros quatro depósitos.

Rivalo

A Rivalo tem uma ótima variedade de esportes e mercados de apostas em sua plataforma no Brasil, incluindo as principais competições do tênis internacional. Com odds dentro da média do mercado, ela também disponibiliza um bônus de boas-vindas de 100% até R$300 para novos usuários.

Betfair

Com o Betfair bônus, você pode efetuar não apenas realizar prognósticos em futebol, mas também em diversas modalidades esportivas, como o Wimbledon. O pacote de boas-vindas da casa oferece 100% de bônus de até R$ 200 na seção Betfair Apostas para novos jogadores.

Existem outras casas de apostas esportivas que também oferecem boas condições de palpites em modalidades esportivas como o Wimbledon. O Bet365 bônus e o Betmotion bônus são boas marcas para conhecer e se aventurar.

O que você precisa saber sobre Wimbledon

O torneio de Wimbledon é um dos eventos que formam o Grand Slam, junto ao torneio de Roland Garros, o Wimbledon e o Australian Open. Também conhecido como The Championships, surgiu em 1877, o que faz dele o torneio de tênis mais antigo do mundo. Pelo mesmo motivo, tornou-se, ao longo do tempo, a competição de maior prestígio do tênis profissional.

Realizado em Londres, na região da cidade que também leva o nome de Wimbledon, a competição é repleta de tradições. Afinal, em seus quase 150 anos de histórias, muitos costumes tornaram-se símbolos do torneio. Um dos aspectos mais característicos, e que influencia diretamente os resultados, é o piso usado nos jogos. As quadras ainda têm piso de grama, o que remete às origens do esporte.

Wimbledon é o único torneio de Grand Slam disputado em piso de grama. Afinal, Roland Garros tem piso de saibro e os abertos da Austrália e dos Estados Unidos são jogados em quadras de piso sintético (duro). O piso de grama é mais rápido que os demais, e por isso favorece jogadores de perfil mais agressivo. Ao longo da história, esse elemento beneficiou tenistas lendários como Pete Sampras e Roger Federer.

Após uma hegemonia de atletas britânicos em suas primeiras décadas, Wimbledon passou a ter cada vez mais campeões dos Estados Unidos e da Austrália ao longo do século 20. Nas últimas décadas, no entanto, a lista de campeões passou a ficar cada vez mais diversificada. Para os brasileiros, o grande nome a ser lembrado será sempre o de Maria Esther Bueno, três vezes campeã no torneio entre os anos 1950 e 1960.

Dicas de apostas Wimbledon 2022

Bons prognósticos para Wimbledon dependem da análise de uma série de fatores. Em primeiro lugar, é importante conhecer de perto os atletas e acompanhar notícias e estatísticas a seu respeito ao longo da temporada. Por isso, fique atendo às dicas de apostas esportivas que separamos para você:

  • Você pode se basear na posição dos jogadores nos rankings da ATP (masculino) e da WTA (feminino). No entanto, assistir a alguns jogos e conhecer seus pontos fortes e fracos é essencial para avaliar confrontos e efetuar boas apostas esportivas.
  • Como o torneio de Wimbledon é disputado em piso de grama, é preciso analisar o desempenho de atletas nessa área. Afinal, muitas vezes, tenistas de alta performance em piso de saibro ou sintético não conseguem os mesmos resultados na grama. O contrário também pode ocorrer.

Por isso, é importante acompanhar outros torneios disputados na grama para avaliar o desempenho dos jogadores. Existem poucas competições com esse tipo de piso, sendo que as principais delas se concentram nas semanas que antecedem Wimbledon.

Confira os principais torneios disputados na grama no circuito ATP (masculino):

  • Stuttgart Open
  • Rosmalen Grass Court Championships
  • Halle Open
  • Queen's Club Championships
  • Eastbourne International
  • Mallorca Championships
  • Hall of Fame Tennis Championships

Os principais torneios em piso de grama do WTA (feminino):

  • Nottingham Open
  • Rosmalen Grass Court Championships
  • Grass Court Championships Berlin
  • Birmingham Classic
  • Eastbourne International
  • Bad Homburg Open

E aí, gostou de conferir nossas dicas de apostas? Então, continue com a gente para saber o que pode acontecer com os prognósticos para Wimbledon em 2022!

Prognósticos para Wimbledon 2022

Ainda não sabe quais são os melhores palpites de apostas esportivas para Wimbledon? Conheça a seguir os nossos prognósticos para Wimbledon 2022, incluindo os favoritos ao título e alguns dos nomes que podem surpreender no torneio mais tradicional do tênis mundial.

Favoritos no individual masculino

Entre os atletas na ativa atualmente, Roger Federer é quem mais soube capturar a mística de Wimbledon. O tenista suíço é dono de oito títulos do torneio em 12 finais disputadas. Seu último título em Wimbledon foi conquistado em 2017. Depois, teve uma derrota para Novak Djokovic na final de 2019 e, desde então, vem enfrentando lesões. Mesmo sendo um veterano, ainda estará entre os favoritos caso recupere a forma.

Djokovic é o mais forte candidato ao título em Wimbledon em 2022. Ele é o atual tricampeão do torneio e já conquistou seis vezes no total. Rafael Nadal, outro nome do chamado Big Three, não tem o piso de grama como sua especialidade, mas conquistou duas vezes o título em Wimbledon, em cinco finais disputadas. Apesar de não chegar à final da competição há dez anos, não pode ser descartado, caso esteja em forma em 2022.

Favoritas no individual feminino

No torneio feminino, não há um favoritismo muito pronunciado de nenhuma atleta desde que Serena Williams passou a sofrer com lesões nos últimos dois anos. A tenista norte-americana foi sete vezes campeã em Wimbledon, em 11 finais disputadas. No entanto, não é possível afirmar que ela estará em forma até a próxima edição do evento. Com isso, diversas outras tenistas poderão disputar o protagonismo.

Entre as jogadoras tidas como favoritas ao título nas casas de apostas, o principal destaque é a australiana Ashleigh Barty. Atual número 1 do ranking WTA, Barty foi campeã em Wimbledon em 2021. Uma jogadora versátil, ela também conquistou Roland Garros (com piso de saibro, muito mais lento) em 2019. Na grama, também tem títulos nos torneios de Birmingham e Nottingham, com um retrospecto geral de 35 vitórias e nove derrotas.

Datas de Wimbledon em 2022

Se você pretende planejar suas apostas esportivas desde já, a boa notícia é que as datas de Wimbledon para 2022 já foram divulgadas. A competição será disputada entre 27 de junho e 10 de julho, no início do verão londrino. O encerramento do torneio ocorre com a final de simples masculina e a decisão de duplas feminina, com ambos os jogos ocorrendo no dia 10 de julho.

Pela primeira vez em sua história, o calendário do torneio não prevê a tradicional parada no domingo em meio às duas semanas de competição. Normalmente, o chamado People's Sunday é usado para descansar a grama das quadras de jogo. Ele só não foi respeitado em 1991, 1997, 2004 e 2016, devido a atrasos no calendário por razões climáticas.

Jogadores previstos no Aberto dos EUA 2022

Este ano, o torneio de Wimbledon receberá os seguintes números de participantes em suas categorias principais:

  • Principal simples: 128 (por gênero)
  • Duplas: 64 (por gênero)
  • Duplas mistas: 48

Wimbledon também oferece categorias adicionais no torneio juvenil e eventos com atletas convidados. Nesse caso, são disputadas partidas entre cadeirantes e entre tenistas sêniores.

O torneio de Wimbledon atrai os principais tenistas do mundo, inclusive atletas que não se destacam em piso de grama. A competição oferece premiações elevadas, pontuação elevada nos rankings da ATP e da WTA, e o prestígio de participar da competição mais charmosa do tênis mundial.

Jogadores no individual masculino

São grandes as chances de que a edição 2022 de Wimbledon reúna os três tenistas do Big Three. Afinal, a competição só ocorrerá no meio da temporada, o que deve dar tempo de Rafael Nadal e Roger Federer recuperarem a forma física. Federer, que tem sido a principal incógnita nos últimos dois anos, provavelmente fará o possível para disputar o seu torneio preferido – e onde costuma se sobressair devido ao piso de grama.

Além de Djokovic, Nadal e Federer, todos os demais atletas da elite do tênis mundial deverão estar presentes em Wimbledon 2022. Claro, desde que não ocorram novas lesões na primeira parte da temporada.

Jogadoras no individual feminino

No torneio feminino, a principal incógnita para 2022 será a presença (ou não) de Serena Williams. Ainda em recuperação de uma série de problemas físicos, a principal tenista do século 21 também deverá fazer o possível para estar presente no torneio que conquistou sete vezes ao longo da carreira.

Outras tenistas de peso deverão jogar em Wimbledon, incluindo as últimas atletas campeãs do torneio. Esse é o caso de Simona Halep, uma especialista em saibro que venceu Wimbledon de forma surpreendente em 2019. Já Angelique Kerber, campeã em 2018, costuma ter ótimos resultados na grama. O mesmo ocorre com a atual líder do WTA, Ashleigh Barty, atual campeã de Wimbledon e outra presença confirmada em 2022.

O que aconteceu em Wimbledon em 2021?

O torneio de Wimbledon não teve grandes surpresas em 2021. Entre os homens, Djokovic confirmou seu favoritismo e conquistou o tricampeonato consecutivo ao bater Matteo Berrettini na final. Federer foi eliminado nas quartas de final, enquanto Nadal ficou fora do torneio por lesão. Outros tenistas de destaque, como Daniil Medvedev, Stefanos Tsitsipas e Alexander Zverev, foram eliminados antes de chegarem às quartas.

No torneio feminino, Ashleigh Barty conquistou seu primeiro título em Wimbledon e sedimentou a liderança do ranking WTA. Outras duas atletas do Top 10 chegaram às semifinais: Karolína Plíšková, que ficou com o vice-campeonato, e Aryna Sabalenka. A outra tenista a chegar às semifinais foi Angelique Kerber, ex-campeã de Wimbledon e conhecida pelo seu talento no piso de grama.

Últimos vencedores em Wimbledon

As últimas 10 edições de Wimbledon tiveram a hegemonia de três tenistas no torneio masculino e uma variedade bem maior na lista de vencedoras do torneio feminino.

Confira a lista com os últimos vencedores do torneio masculino:

  • 2021: Novak Djokovic
  • 2019: Novak Djokovic
  • 2018: Novak Djokovic
  • 2017: Roger Federer
  • 2016: Andy Murray
  • 2015: Novak Djokovic
  • 2014: Novak Djokovic
  • 2013: Andy Murray
  • 2012: Roger Federer
  • 2011: Novak Djokovic

A seguir, confira a lista de campeãs de Wimbledon nas últimas 10 edições:

  • 2021: Ashleigh Barty
  • 2019: Simona Halep
  • 2018: Angelique Kerber
  • 2017: Garbiñe Muguruza
  • 2016: Serena Williams
  • 2015: Serena Williams
  • 2014: Petra Kvitová
  • 2013: Marion Bartoli
  • 2012: Serena Williams
  • 2011: Petra Kvitová

Perceba que não houve vencedores na edição de 2020. O motivo é simples: o torneio desse ano foi cancelado devido à crise sanitária mundial.

Se quiser ficar a saber mais sobre outros esportes, dê uma olhada nos artigos abaixo:

Menu